Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// TESES E DISSERTAÇÕES
DISSERTAÇÕES DE MESTRADO // DISSERTAÇÕES EM 2015
ADRIANA GONÇALVES SARAIVA
Notícias sobre Minorias no Censo 2010: comunicação de estatísticas públicas para o fortalecimento da cidadania
Orientadora: Raquel Paiva de Araujo Soares
Resumo: Partindo da constatação de que as Estatísticas públicas comprovam que a desigualdade atinge, de modo mais acentuado, as minorias sociais, este trabalho tem como objetivo verificar se a divulgação do Censo 2010, produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE), contribuiu para o fortalecimento da Cidadania das Minorias brasileiras. Para isso – utilizando as perspectivas teóricas marxista (Gramsci) e comunitarista (Paiva, Peruzzo) –, propomos uma análise de conteúdo dos releases e das notícias sobre o Censo, veiculadas pelo Portal G1, além de análise documental das diretrizes, políticas e planos de comunicação do IBGE. Como resultado, destacamos que, ao privilegiar aspectos demográficos, a mídia não aprofunda o debate sobre desigualdade econômica, vulnerabilidade social e subordinação político-cultural que envolve as Minorias, revelando a necessidade de um novo modelo de divulgação de Estatísticas públicas.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
ALINE PINTO LOURENA DE MELO
Nós por Nós Mesmos: identidade afro-brasileira e representação das relações raciais na produção audiovisual contemporânea
Orientador: Paulo Roberto Gibaldi Vaz
Resumo: Esta pesquisa analisa a inserção dos negros na cinematografia nacional, discutindo especialmente a construção da identidade afro-brasileira. O objetivo deste estudo é ampliar a reflexão sobre o cinema negro, e verificar como ele se expressa no contexto brasileiro problematizando o seu papel no surgimento de novas configurações identitárias na sociedade contemporânea. Ela explora a questão da alteridade e da diferença para a emergência de um cinema de representação das minorias. O trabalho também analisa, com base em uma pesquisa videográfica, como a identidade afrobrasileira se manifesta através do cinema influenciado novas representações sociais e políticas. Por fim, utilizando também a pesquisa videográfica como metodologia, verifica-se de que forma auto-representação está presente, nos filmes “Cores&Botas”, 2010; “Lápis de Cor, 2014; “Jonas, só mais um”, 2008. Estes três estudos de caso revelam a importância do cinema negro, da visibilidade midiática e política, do reconhecimento para novas formas de representação social que têm afetado o imaginário contemporâneo.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
AMANDA VOLOTÃO
O Modo Coca-Cola de Ser Feliz: ideais de bem viver nas campanhas publicitárias dos anos 1960 e 2000
Orientador: João Freire Filho
Resumo: Esta dissertação analisa as representações de felicidade promovidas pelo discurso da marca Coca-Cola nos anos 1960 e 2000, a partir do viés teórico foucaultiano. Tendo em vista que a publicidade difunde orientações que auxiliam na organização, classificação e compreensão das experiências sociais, parto do pressuposto de que as ações publicitárias da Coca-Cola são uma importante fonte para averiguação das transformações ocorridas no paradigma moderno de vida feliz. O foco do presente estudo recai sobre os sentidos engendrados pela narrativa da marca, especificamente, as rupturas e as continuidades em suas representações de bem viver. Através da análise das propagandas, campanhas e ações publicitárias veiculadas nos anos 1960 e 2000 no Brasil, examino os elementos verbais e não verbais que compõem às principais referências de boa vida nestes dois contextos históricos. Averiguo, ainda, as condutas socialmente validadas que consolidam hierarquias acerca do ideário de bem-estar. Com base nos estudos de governamentalidade, biopolítica, verdade e poder, investigo as articulações entre os padrões de vida feliz e as políticas de bem-estar promovidas no neoliberalismo, destacando os processos de legitimação de alguns modelos de subjetividade, bem como os seus efeitos na estrutura social. Considerando que a narrativa da Coca-Cola se configura como uma prática concreta de um regime de veridição no interior da cultura de consumo, ressalto a predominância de aspectos particulares que caracterizam o discurso imperativo de felicidade na contemporaneidade.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
CAMILA MAGALHÃES LAMHA
Cinema Biopolítico: a construção do self na indústria fílmica de autoajuda dos anos 2000
Orientadora: Ieda Tucherman
Resumo: À luz do conceito de biopolítica de Michel Foucault, ampliado no contemporâneo por seus interlocutores, esta dissertação analisa o dispositivo da autoajuda como um fenômeno cultural de colonização do corpo e do imaginário, que articula-se à atualidade do capitalismo, onde a tarefa do indivíduo é ser um empreendedor de si mesmo. Para além da fabricação lucrativa de best-sellers no mercado editorial, a autoajuda hoje reverbera em comportamentos sociais e produtos midiáticos, como o cinema comercial. Nosso campo de observação compreende os filmes “Coach Carter - Treino para a vida” (2005), “À procura da felicidade” (2006), “Um sonho possível” (2009), “Comer, rezar, amar” (2010) e “Nosso Lar” (2010), cujas narrativas estão vinculadas a relatos de superação com caráter biográfico. É proposta deste trabalho investigar, principalmente, como essas fitas, lançadas na primeira década do novo século, são sintomáticas de um imperativo contemporâneo de práticas de gestão de si e autorrealização, que modulam nossas agendas de subjetivação.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
CAMILA MARIA TORRES MEDEIROS
Jovens e Divas: construção do feminino na mídia contemporânea
Orientadora: Nízia Maria de Souza Villaça
Resumo: Esta pesquisa de mestrado, de abordagem qualitativa, investiga os modos como as mulheres são abordadas e representadas nas mídias destinadas ao público feminino juvenil, na contemporaneidade, sobretudo em relação a corpo, beleza e moda, a partir da análise da revista Capricho, que faz parte do imaginário das mulheres brasileiras há mais de 60 anos. Atenção será dada principalmente para o período da adolescência, sobretudo em relação às dinâmicas da sociabilidade, que encontram no corpo um lugar de negociação. Para a publicação, a beleza está intimamente ligada a uma noção de sucesso e felicidade, e parece poder ser conquistada de maneira voluntária, o que gera exclusões e sentimentos de insuficiência. Com foco nos discursos da revista em relação a corpo, moda e gênero, esta pesquisa vai buscar pistas nas transformações das sociedades disciplinar, de Michel Foucault (2001, 2013), do controle, de Gilles Deleuze (2013) e da autonomia, de Alain Ehrenberg (2010). Também serão problematizados os conceitos de identidade e diferença, a partir do aporte teórico de Stuart Hall (2000, 2006) e de Tomaz Tadeu da Silva (2000). As dinâmicas da moda em relação aos diversos produtos da marca Capricho serão pensadas juntamente com Nízia Villaça (2011), refletindo tanto sobre processos de liberação quanto de contenção. A construção cultural do feminino, o papel social da mulher e os usos do seu corpo na mídia serão discutidos a partir da observação de diferentes décadas da publicação, percebendo perspectivas de permanências e rupturas nos conteúdos. O conceito de pós-feminismo será discutido de modo a problematizar as representações femininas contemporâneas na mídia, sobretudo a partir dos estudos de Angela McRobbie (2004, 2006) e Rosalind Gill (2007). Por fim, o estudo semiológico S/Z, de Roland Barthes (1992), contribuirá na percepção da pluralidade de vozes que compõem as páginas de Capricho e os blogs de moda, através da identificação dos códigos narrativo, hermenêutico, simbólico, sêmico e cultural.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
CRISTIANA BERMUDES COUTINHO
Caixa 150 Anos: rastros e laços históricos de uma campanha memorável
Orientadora: Marialva Carlos Barbosa
Resumo: Esta dissertação investiga as estratégias utilizadas por instituições em campanhas publicitárias que têm como foco as comemorações. Para isso, analisa os filmes publicitários da campanha Caixa 150 Anos. Uma história escrita por todos os brasileiros, veiculada em 2011 como parte das comemorações do sesquicentenário da Caixa Econômica Federal, nas televisões abertas e fechadas, cinemas, além de anúncios para revistas e jornais. Parte-se da premissa de que, estudando a ideia de história presente nas reconstituições do passado, é viável mostrar o impacto do discurso publicitário e do entretenimento não apenas no processo de reconstituição dos fatos históricos, mas também na construção de uma memória autorreferente da Caixa sobre o seu próprio passado. O quadro teórico que fundamenta esta dissertação toma como principal referência a questão da memória e das comemorações. Por sua vez, a campanha, no nosso entendimento, constitui uma memória institucional com interesses específicos, mas que permite pensar a contemporânea necessidade de recontar o próprio passado para se posicionar no presente.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
DEBORA GOMES SALLES
Partitura para um Corpo em Cena: a inscrição da imagem-movimento no Cinema Shadow de Laura Lima
Orientadora: Katia Valéria Maciel de Toledo
Resumo: Esta pesquisa aborda o trabalho Cinema Shadow desenvolvido por Laura Lima em 2012 e discute as formas pelas quais esse filme ao vivo pôde ser criado a partir de uma partitura. Tendo como ponto de partida a hipótese de que a artista cria uma nova economia do movimento a partir de um roteiro distinto daquele utilizado pelo cinema clássico, busca-se entender como esse texto garantiria um caráter performático para a obra, diante de questões como o ao vivo, o acaso, o corpo e a instrução. O objetivo desse trabalho é, portanto, definir os modos pelos quais a artista ordena os corpos em cena e constrói a partir daí uma poética específica.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
DEBORAH ROBERTA NÚÑEZ NASCIMENTO LOPES
A Constituição do Campo Fotográfico no Brasil e a Formação da Coleção Joaquim Paiva: um estudo interdisciplinar da fotografia brasileira
Orientador: Maurício Lissovsky
Resumo: Este estudo tem por objetivo realizar uma análise do processo de valorização da fotografia brasileira que possibilitou seu reconhecimento como obra de arte. Acreditamos que as iniciativas institucionais de caráter cultural, realizadas no período entre as décadas de 1980 e 1990 pelo governo federal via Fundação Nacional de Arte (Funarte), contribuíram para o desenvolvimento de tal processo. Dessa forma, pretende-se traçar um paralelo entre as ações que levaram a constituição do campo fotográfico no Brasil, a entrada da fotografia no circuito artístico e a composição da Coleção Joaquim Paiva.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
DIANA PATRICIA CUÉLLAR ESPAÑA
Documentartismo: construcción de la memoria a través del arte - Colombia y Cono Sur (1995-2015)
Orientadora: Consuelo da Luz Lins
Resumo: Aunque documental y arte son prácticas que se han entretejido históricamente, es desde hace veinte años cuando comenzaron a aparecer de manera sostenida exhibiciones de obras fruto de esta hibridación y se establece como una dimensión artística en potencia. Esta forma de arte que tiene la instalación como formato final, y su elemento esencial es su contenido político, circula en doble dirección: la de los documentalistas que entran a los espacios del arte y la de los artistas que recurren a elementos documentales en su obra. La siguiente disertación propone el estudio de esta corriente, a la que se le ha denominado documentartismo, y analiza algunas obras de Colombia y el Cono Sur de los últimos veinte años.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
DYLAN PEREIRA CAMPOS ARAUJO
Cartografia de Controvérsias e Marco Civil: os sentidos atribuídos aos rastros digitais
Orientadora: Fernanda Glória Bruno
Resumo: A quem pertencem ou como devem ser tratados os dados acumulados na internet, por consequência das ações de milhões de indivíduos? O processo de elaboração da Lei Nº 12.965 de 2013 reuniu diferentes reivindicações acerca dos dados pessoais, das comunicações eletrônicas e dos registros de conexão e de acesso a aplicações, gerados na internet. Esta pesquisa abordou a discussão da guarda de logs nas consultas públicas do Marco Civil da Internet como uma controvérsia acerca de um estatuto para os rastros digitais. O intuito foi mapear os sentidos que os participantes atribuíram a esses rastros ao longo do debate. Para isso, o estudo analisa quatro consultas públicas realizadas na internet e os documentos que registraram a trajetória do Projeto de Lei 2.126 de 2011 no Congresso Nacional. A Cartografia de Controvérsias, produto da Teoria Ator-Rede, é utilizada como referencial teórico-metodológico para traçar as redes que sustentam os diferentes sentidos atribuídos aos rastros digitais.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
ELAINE CRISTINA AZEVEDO DA TRINDADE
O Olho que Tudo Vê: a representação das cidades na fotografia de Doug Rickard e Michael Wolf
Orientadora: Victa de Carvalho Pereira da Silva
Resumo: O presente estudo tem como objeto as fotografias dos artistas Doug Rickard e Michael Wolf que foram apropriadas do dispositivo Google Street View, disponível nas ferramentas Google Maps e Google Earth, na internet. Investigamos de que maneira a representação da cidade contemporânea é construída nas imagens destes dois artistas de modo a compreender como se dá a experiência entre homem e cidade e se estas imagens de cidade podem afetar a experiência do sujeito com a urbe. Aproximando o Flâneur (metáfora literária apropriada por Benjamin (1994) para analisar a experiência do homem na cidade moderna) do fotógrafo de rua tradicional, percebemos que na contemporaneidade ocorre algo semelhante que nominamos como flanerie virtual. Esta flanerie contemporânea acontece através do Google Street View, que combina mapas e imagens de várias cidades do planeta e as disponibiliza através da internet. Apesar de ter sido criada como ferramenta de geolocalização, alguns artistas perceberam outras potencialidades e usos para o dispositivo, utilizando as imagens do Google Street View na composição de suas obras. Rickard e Wolf são dois destes artistas que se apropriam de imagens da ferramenta e as refotografam oferecendo características próprias a esta fotografia. A partir da reflexão de Gilles Deleuze (1990), apoiado na filosofia de Foucault, que aponta os dispositivos como linhas de enunciação que evidenciam novas formas de produção de subjetividade, investigamos em que medida pode-se considerar a fotografia apropriada a partir doGoogle Street View um novo fazer fotográfico. Partindo-se do conceito de “museu imaginário” em Malraux (1947), analisamos em que grau as imagens de Rickard e Wolf se aproximam e se distanciam das fotografias de Robert Frank, Walker Evans e Robert Doisneau.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
FERNANDO VIDOR SANTOS
Jogos de Montagem em "Viajo Porque Preciso, Volto Porque te Amo"
Orientador: André de Souza Parente
Resumo: Viajo Porque Preciso, Volto Porque te Amo é um filme dirigido por Karim Aïnouz e Marcelo Gomes, que retomam o material filmado para o curta-metragem não-ficcional Sertão Acrílico Azul Piscina e realizam uma obra radicalmente distinta, um longa-metragem de ficção. Esta pesquisa é uma reflexão sobre as potencialidades e limitações da ressignificação das imagens, sons e palavras em jogos de montagem a partir dessa experiência cinematográfica. A noção de jogos de montagem é inspirada na ideia de jogos de linguagem, proposta pelo filósofo austríaco Ludwig Wittgesntein em suas Investigações Filosóficas, e pela concepção de montagem como tecnologia cognitiva, implícita na obra teórica do cineasta russo Sergei Eisenstein.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
GISELE SANTANNA PARIS
Parada do Orgulho LGBT do Rio de Janeiro: um desfile-mobilização e suas estratégias comunicativas
Orientadora: Janice Caiafa Pereira e Silva
Resumo: Fruto da mobilização de grupos organizados que promovem a visibilidade da população LGBT, as Paradas do Orgulho LGBT têm se expandido em direção a diversos espaços urbanos nos últimos anos, expressando ações políticas reivindicatórias e assumindo notadamente seu criticado caráter festivo, lúdico e carnavalizado (BAKHTIN, 2010). Há um esforço para se alcançar a esfera pública, convocar vontades e expor questões de interesse coletivo, mobilizando os sujeitos para causas e estimulando debates públicos. Aproprio-me das noções de espetáculo, festa e argumentação desenvolvidas por Mafra (2008) para apresentar a presente análise — marcada por um olhar comunicacional e fundamentada em pesquisa etnográfica — com o objetivo de identificar, caracterizar e compreender as práticas comunicativas do objeto que, nesta pesquisa, denomino desfile-mobilização. Trata-se nas Paradas de mobilizar sujeitos justamente porque existem determinados sentidos coletivos naturalizados que a partir de questionamento e problematização podem ser alterados. Mesclando cores, sons e imagens em celebração da diversidade sexual, de etnias, crenças, de identidades de gênero, assim como denunciando injustiças, desigualdades e discriminações por meio de práticas comunicativas, se estabelece um envolvimento coletivo, uma relação com os sujeitos na sociedade. Em 2013, iniciei a observação-participante na data da realização do evento, em Copacabana, registrando reflexões que pude aprofundar, ao longo de 2014, a partir do trabalho de campo, integrando-me ao grupo de voluntários, em reuniões de planejamento, entrevistando participantes diversos em atividades correlatas e no dia da realização da Parada LGBT- Rio.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
IGOR WALTZ RANGEL MESSIAS PINHEIRO
O Jornalista em Tempos de Internet: considerações sobre identidade e práticas profissionais na comunicação em rede
Orientador: Muniz Sodré de Araujo Cabral
Resumo: O advento da internet estimulou a proliferação de ferramentas e espaços para produção e disseminação de bens culturais. A produção de conteúdos informativos, antes privilégio das empresas de comunicação, passa a ser acessível a todos que estejam inseridos no ambiente das redes telemáticas. Além ascensão desses novos agentes dentro do ecossistema comunicacional, os jornalistas hoje se veem pressionados pelo enxugamento das redações, o aumento da sobrecarga de trabalho e a ditadura da instantaneidade. A emergência de um novo modelo comunicativo tem levado muitos autores a apontarem um processo de obsolescência da figura do jornalista. Partindo da hipótese de que estaria em curso não uma crise, mas uma reconfiguração da profissão, este estudo visa identificar como os jornalistas hoje enxergam esse momento de transição. A partir desse quadro, tomamos o conceito de campo jornalístico de Bourdieu (1983; 1997; 2005) para verificar a correlação de forças internas para a emergência de novos valores e identificação de novos papeis sociais. Como metodologia, adotou-se um método etnográfico aplicado a dois grupos: jovens jornalistas, que cresceram dentro do novo paradigma da “comunicação generalizada”; e profissionais com longa experiência em jornalismo, mas ainda atuantes na redação. Esta pesquisa observou que entre as duas amostras, a abertura ao diálogo e a maior participação dos públicos são encaradas pelos jornalistas como um processo irreversível e enriquecedor da notícia, ainda que a inserção nas rotinas produtivas da grande imprensa lhes confira estatuto sobre a palavra final.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LEONILDO DOS ANJOS COSTA
Webdiáspora Afro-lusófona Estudantil no Brasil: sociabilidade, solidariedade e cidadania comunicativa
Orientador: Mohammed ElHajji
Resumo: A presente proposta de pesquisa pretende mapear a webdiáspora afro-lusófona estudantil no Brasil e analisar as suas funções e implicações em termos de sociabilidade, solidariedade e cidadania comunicativa. Para tanto, é preciso, antes de tudo, delimitar nosso objeto de estudo; identificando e caracterizando a comunidade estudantil afro-lusófona no Brasil. Num segundo momento, será necessário expor e conceituar a noção de webdiáspora, para, em seguida, mapear e analisar a presença dessa comunidade na web – sites, blogs e redes sociais. Enfim, procederemos à avaliação das principais funções da webdiáspora afro-lusófona estudantil no Brasil: 1) De que modo se dá a sociabilidade dessa comunidade através da web? Amizade, namoro, comemorações, comunicação e consumo (uso de skype, voip, webrádios e webtvs, música, moda, etc.); 2) Quais são as marcas de solidariedade diaspórica pela web? Informações aos candidatos ao estudo no Brasil e recém-chegados, ajuda material, moradia compartilhada, entrega de encomendas entre o país de origem e Brasil, etc.; 3) Exposição e conceituação da noção de cidadania comunicativa. Levantamento de práticas cidadãs pela web; tais como debates e mobilização política no Brasil e nos países de origem, informações administrativas e consulares, direitos e deveres do estudante estrangeiro, etc.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LUCAS DE CASTRO MURARI
Um Cinema da Sensação: a mise en scène de Philippe Grandrieux
Orientador: Denilson Lopes Silva
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo, investigar, a partir de três filmes – Sombra (Sombre, 1998), A Vida Nova (La Vie Nouvelle, 2002) e Um Lago (Un Lac, 2008) – realizados pelo cineasta francês Philippe Grandrieux, como a mise en scène se expressa por elementos da sensação. Pretende-se, mais especificamente, compreender o uso da imagem em seu estilo cinematográfico, que recorre ao figural, tipologia abordada de perspectivas teórico-filosóficas distintas nas últimas décadas. As características das obras de Grandrieux enveredam pelo caráter plástico e suas possíveis derivações, para confluir em uma abordagem sensorial. Essa é uma questão fundamental no cinema contemporâneo, e esse artista francês possui papel de destaque. Ele se apropria de procedimentos como a desnaturalização dos corpos, a exploração de texturas, tatilidades, cores e luminosidades, que são utilizadas como forças de expressão. Seu estilo se aproxima de aspectos pictóricos como singularidade visual, e não a partir de citações, pastiche e referências. Seu cinema é uma aposta estética, cujo papel das narrativas não é o primordial.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LUIZA BAPTISTA DA SILVA
A Construção da Celebridade em Talent Shows: uma análise dos programas The X Factor (EUA e Reino Unido) e The Voice (EUA e Brasil)
Orientador: João Freire Filho
Resumo: A pesquisa investiga a construção da celebridade em talent shows, por meio da análise de atributos específicos que são exaltados no julgamento dos candidatos nesse gênero televisivo. A partir de um quadro teórico formado por autores que estudam a cultura da celebridade e o conceito de carisma, avalio a transição do anonimato à fama nos shows de calouros. Nesses programas, os fatores envolvidos na celebrificação são mais explícitos, porque o público acompanha desde a apresentação do candidato, ainda como pessoa comum, até ser considerado um indivíduo célebre no decorrer dos episódios. Examino, especificamente, as franquias The Voice e The X Factor pelo modo como estabelecem os candidatos em celebridades e os atributos que consideram nesse processo, em especial: carisma, talento e superação. O The Voice Brasil é comparado a seu equivalente nos Estados Unidos. Considero, para a compreensão das diferenças no discurso dos programas, as concepções de meritocracia nacional frente ao self-made man estadunidense. A fim de complementar o estudo com um personagem relevante no talent show – o telespectador –, a visão dos fãs a respeito dos programas será avaliada por meio da análise de posts em grupos de discussão na rede social Facebook, além de entrevistas em profundidade com os administradores do grupo (um no The Voice Brasil – lobo e três no The X Factor Brasil). No atual contexto de surgimento de novas celebridades, é relevante compreender os predicados reconhecidos na ascensão dessas pessoas à fama como sintomas sociais, porque tais atributos revelam os valores que são mais desejados e exaltados pela sociedade.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARIAH QUEIROZ COSTA SILVA
O Lugar da Favela: narrativas hegemônicas e transformações urbanas no Rio de Janeiro
Orientador: Paulo Roberto Gibaldi Vaz
Resumo: A pesquisa analisa os processos de transformação urbanística do Rio de Janeiro e a forma como a favela é inserida nessa conjuntura. A partir da análise das políticas públicas, ideários de boa cidade e planos urbanísticos da cidade entre os anos 1930 e 1970, chegamos ao planejamento traçado para o Rio de Janeiro de hoje, que se prepara para receber os Jogos Olímpicos de 2016. Nesse contexto, as representações da favela são analisadas e a adoção da remoção como política pública é o elemento central da pesquisa, tendo como objeto de estudo os processos de remoção da favela do Esqueleto (1960) e das favelas Metrô Mangueira, Providência e Vila Autódromo (hoje). Com base em matérias de jornais publicadas sobre esses casos, a pesquisa pretende compreender de que maneira o estado constrói, dentro de cada contexto histórico, narrativas capazes de legitimar o sofrimento causado por essas políticas públicas – construção da avenida Radial Oeste na favela do Esqueleto, obras para as Olimpíadas de 2016, respectivamente.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARIANA FARO FERREIRA
O Trabalho Criativo e a Produção do Comum: uma cartografia nas plataformas de criação colaborativa
Orientador: Giuseppe Mario Cocco
Resumo: Esta dissertação discute o trabalho criativo que se desenvolve nas redes de colaboração virtual, em seus movimentos e ambiguidades. Para tanto, estabelece uma discussão sobre as transformações do trabalho nos últimos quarenta anos e a constituição dos valores que irão estruturar o capitalismo contemporâneo. A criação colaborativa é abordada à luz das novas formas de trabalho baseadas na cooperação das redes sociais e os modos de controle e expropriação que elas ensejam. Apresenta-se o método cartográfico e as bases que orientarão a realização de uma cartografia nas plataformas, onde tal percurso se estabelece no desejo de abordar as relações presentes nas redes de criação colaborativa itsNoon e Mineo. As relações produtivas são abordadas a partir das dinâmicas de cooperação entre seus atores e os mecanismos de participação estabelecidos. A partir das relações identificadas são discutidas algumas questões sobre o trabalho contemporâneo. A discussão final aponta para a dimensão biopolítica do trabalho realizado pela multidão e a perspectiva das lutas no campo da criação empreendidas na cooperação entre diferentes singularidades. Aponta-se, por fim, a dimensão cooperativa do trabalho contemporâneo e sua orientação para a produção do comum.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARIANA FREIRE LOPES
No Meio das Notícias Tinha uma Pedra: uma reflexão sobre a alteridade a partir da análise de três anos de notícias envolvendo usuários de crack no Jornal O Globo para pensar as políticas públicas adotadas para o “cracudo” nos anos anteriores a grandes eve
Orientador: Paulo Roberto Gibaldi Vaz
Resumo: O grande tema, que norteia toda a construção deste trabalho, é a alteridade. Para isso, é realizada uma pesquisa em textos do jornal O Globo – durante os anos de 2010, 2011 e 2012 - que falem sobre usuários de crack, objeto desta reflexão. Nesses três anos, foram sorteados e analisados 15 textos, para cada ano, além de ser reservado um espaço para apreciação de mais notícias, desse mesmo período, e das características de construção de seus textos, em especial as que predominavam no jornal. Minha proposta é de que essas notícias evidenciam uma impressão expressiva sobre o usuário de crack nos jornais que, predominando, está intimamente ligada com as políticas públicas propostas – e aplicadas - no município do Rio de Janeiro, para os usuários, especialmente quando estamos próximos de grandes eventos do país, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Na alteridade radical descrita no corpo do “cracudo” e no crack desenham-se presságios do “Choque de Ordem”.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARINA GANDRA CAMARGO DE BARROS OLIVEIRA
A Democracia Questionada: transparência pública e governo aberto no tempo da multidão
Orientador: Henrique Antoun
Resumo: A adoção de práticas de transparência pública e governo aberto têm se proliferado em todo mundo ao mesmo tempo em que diversas democracias liberais são colocadas em questão, como deflagrou o segundo ciclo de Revoltas Globais iniciado em Seattle em 1999. A emergência dessas campanhas de abertura, como paliativos às fissuras de um modelo esgotado, são objeto dessa pesquisa que busca, por meio das lentes da cibernética e da biopolítica, revelar os desdobramentos de tais práticas no contexto de uma Sociedade Informacional e em um momento em que a multidão demanda a constituição de uma Democracia radicalmente diferente desta que está dada.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
REVETAL LARISSA TEIXEIRA BERY
Comum em Disputa: da gentrificação do Rio de Janeiro à reinvenção da cidadania pela estética da multidão
Orientadora: Raquel Paiva de Araujo Soares
Resumo: A presente dissertação se dedica a investigar, sob a luz dos aspectos simbólicos e sensíveis, os desdobramentos estéticos das manifestações que ocorreram no Rio de Janeiro nos anos de 2013 e 2014, em resposta à intensificação da gentrificação decorrente da realização de megaeventos internacionais no período atual. Abordando a estética como mídia e mediação sociocultural, as ações multitudinárias são compreendidas como meio e mensagem. Nessa dinâmica, a cidade não é entendida apenas como pano de fundo inerte, mas como sendo fundamental para a produção da multidão. Esta, por sua vez, faz do comum processo e objetivo fim de seu devir. A indignação esta na base da mobilização que fundamenta os protesto, portanto se faz essencial a compreensão do caráter distópico manifesto na realidade das cidades, com principal ênfase ao Rio de Janeiro. Com o objetivo de melhor ilustrar esse processo, o conceito de permacultura é deslocado para o ambiente social – o que era distopia se transforma em vislumbre de utopia pela criação da multidão.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
TATIANE CRUZ LEAL COSTA
A Mulher Poderosa: construções da vida bem-sucedida feminina no jornalismo brasileiro
Orientador:João Batista de Macedo Freire Filho
Resumo: Diversas reportagens vêm dedicando-se a explicar, justificar e promover o estereótipo da mulher poderosa como a síntese do novo papel feminino na contemporaneidade. Essa dissertação analisa as construções de sucesso relacionadas à imagem dessa supermulher, que conquistou o êxito em âmbitos como trabalho, casamento, maternidade, beleza e sociabilidade. A partir de um referencial teórico composto por autores que trabalham conceitos como pós-feminismo, sucesso, performance, neoliberalismo, autenticidade, gênero e consumo, pretendo examinar as continuidades e descontinuidades presentes nessas representações. Em um contexto cultural como o brasileiro, em que a desigualdade de gênero é um fator estruturante da realidade social, é fundamental entender por que algumas das revistas mais lidas do país têm propagado a ideia de uma superioridade feminina e como esse discurso convoca às mulheres mais a uma transformação individualista e psicológica do que a uma ação política. A metodologia dessa pesquisa consiste na análise das reportagens de capa relacionadas à temática da nova mulher, publicadas nas revistas Veja e Época, entre 2010 e 2014, e dos quatro números da revista de negócios Você S/A Edição para Mulheres. A partir de categorias como beleza, emoções, feminismo, feminilidade e trabalho, articulo o corpus empírico ao referencial teórico, de modo a construir interpretações sobre cada aspecto constituinte do modelo identitário da mulher poderosa. Esse estereótipo está relacionado à emergência de um novo tipo de feminismo, calcado na expressão individual de um poder interior e à utilização, por parte dos discursos midiáticos, da retórica do equilíbrio como justificativa para a exigência da alta performance em diversas áreas da vida feminina. Há ainda o retorno a uma noção de essência feminina e uma consequente naturalização de suas emoções. Em suma, analiso como os discursos engendram subjetividades conformadas, ao mesmo tempo, aos ideais tradicionais de feminilidade e às demandas produtivistas do capitalismo neoliberal.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
THIAGO RAMIRES DA COSTA
A Gestão de Ídolos Pop em Tempos de Transição da Indústria Musical: os estudos de caso da Axé music e das performances musicais de Ivete Sangalo
Orientador: Micael Maiolino Herschmann
Resumo: Esta dissertação debruça-se sobre os novos modelos de gestão de ídolos pop em meio ao cenário de transição da indústria da música, com base em um estudo de caso do gênero musical Axé music enquanto promotor de um sistema de estrelas próprio e analisando performances musicais da cantora brasileira Ivete Sangalo. O objetivo central é compreender como as performances da intéprete funcionam para a sua permanência no mercado da música massiva e do entretenimento e a sua relação com a sobrevivência da axé music no mainstream. O trabalho analisa sete performances musicais, sendo três shows ao vivo (pesquisa de campo) e quatro registros de shows em DVD, buscando os operadores de sentido e redutores metafóricos utilizados para a composição da popstar Ivete Sangalo e para a gestão de sua imagem.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.20, n.2 (2017)
Imagens do Presente
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados