Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// TESES E DISSERTAÇÕES
TESES DE DOUTORADO // TESES EM 2010
ANDRÉA FRASSETTI ESCOBAR
A Qualidade da Informação na Mídia All News e o Papel dos Intelectuais
Orientadora: Heloisa Helena Oliveira Buarque de Hollanda
Resumo:Esse trabalho discute a qualidade da informação veiculada pela mídia all news _ que privilegia a dinâmica do fluxo contínuo e a repetição _ tomando como estudos de caso dois exemplos distintos: a rádio francesa France Info _ que se define como uma " torneira de fatos brutos" e o canal brasileiro de notícias a cabo Globo News _ que se apresenta como formador de opinião. Nossa tese é que para evitar o universo tautológico do tautismo, onde o excesso de informação acaba por matar a comunicação, a mídia encontrou uma saída até então jamais pensada: aproximar o universo da Academia do universo midiático.Os intelectuais entram em cena para atribuir sentido a essa pletora de informações.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
ANNA CAROLINA CABRAL DE ANDRADE DA M. MACHADO
Os Sentidos de Mothern na Tela da Televisão
Orientador: Beatriz Becker
Resumo: Esta tese investiga, a partir de uma análise televisual, as produções de sentido resultantes das interações entre os gêneros masculino e feminino na série televisiva Mothern. A análise dos dez episódios que integram o DVD da primeira temporada de Mothern, cujo argumento está centrado no cotidiano de quatro mulheres que tentam dar significados e sentidos próprios à maternidade, conciliando-a com os demais papéis que desempenham, com destaque para a vida profissional, torna-se, neste sentido, particularmente útil para o estudo das interações entre o gêneros feminino e o masculino, estabelecido nas representações midiáticas de Mothern, e, especificamente, do modo como tais representações dialogam e interagem nas ficções seriadas televisivas na contemporaneidade.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
BRUNO ROBERTO CAMPANELLA
Perspectivas do Cotidiano: um estudo sobre os fãs do programa Big Brother Brasil
Orientador: João Batista de Macedo Freire Filho
Resumo: Esta tese investiga uma comunidade online de discussão do programa Big Brother Brasil (BBB), constituída por um fórum e mais de 25 blogs – alguns deles recebendo milhares de comentários por dia. A partir de uma etnografia midiática realizada durante a oitava temporada do reality show, o trabalho analisa de que modo o cotidiano artificialmente construído do BBB repercute nos debates entre os fãs do programa. A combinação de realidade, ficção e jogo – feita pela Rede Globo em diferentes proporções, dependendo da plataforma em questão – se mostrou capaz de conectar com valores em voga na sociedade contemporânea. Por exemplo, o obscurecimento da divisão entre as esferas pública e privada; o desejo de retorno ao “real”; a afirmação do cotidiano; a valorização da meritocracia; a preocupação com a autenticidade no indivíduo, são questões trazidas pelo Big Brother Brasil, e que ganham ampla repercussão nas discussões dos fãs. A intensidade de tais dinâmicas foi responsável pela criação de um espaço social com códigos próprios de comportamento, que se mostra rico em hierarquias baseadas em disputas por capital subcultural e social. Neste contexto, a tese faz mais do que apresentar o relato da relação de um grupo da audiência com um conteúdo televisivo; ela permite, fundamentalmente, refletir sobre algumas das articulações deste grupo acerca do indivíduo contemporâneo dentro da sociedade brasileira.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
CECILIA MARIA DA COSTA LEITE
Reality Shows de Intervenção Corporal: mídia, corpo e tecnologia na atualidade
Orientador: Fernanda Glória Bruno
Resumo: Quais as implicações dos reality shows de intervenção corporal no processo de constituição de sujeitos na contemporaneidade? Por intermédio da análise dos programas Extreme Makeover e Dr. Hollywood, este trabalho busca focalizar os mecanismos e dispositivos utilizados pela mídia televisiva, para propor modos de ser, agir, estar e, principalmente, de se ter um corpo na cultura atual, afirmando, nesse contexto, a materialidade dos corpos modelados pela tecnociência. Observando-se os reflexos sócio-culturais dessas produções, investiga-se o papel que a televisão tem desempenhado ao incentivar e oferecer possibilidades concretas ao indivíduo comum de se transformar no corpo-espetáculo, fazendo da reformatação corporal e da superexposição desse novo corpo um show para a audiência. Analisando-se o material empírico sob o viés da autoestima, da cultura empresarial, da confissão grotesca da intimidade e da autenticidade, mostra-se como esses programas constituem modos pelos quais a cultura da subjetividade contemporânea foi incorporada em nossas técnicas para entender e aperfeiçoar o self, em relação ao que é aceito socialmente, em consonância com os interesses hegemônicos do mercado. Com base em Foucault, sugere-se que os reality shows de intervenção corporal configuram-se tanto como uma tecnologia de poder, quanto como um importante regime de visibilidade da atualidade que enseja padrões corporais, relações sociais, demandas de visibilidade, autenticidade e valores empresariais, com fortes reflexos na produção das subjetividades contemporâneas.
Versão: zip Tamanho: 2.076.672 bytes Download
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
CLAUDIA DE FREITAS MATTOS
Um Filme de…: argumentos e estratégias para uma política do roteirista-autor
Orientador: Beatriz Jaguaribe de Mattos
Resumo: Esta tese defende o reposicionamento do roteirista como um legítimo autor de cinema com peso semelhante ao do diretor, apresenta argumentos e aborda estratégias políticas para que ele seja reconhecido como tal. Para chegar a esta conclusão a pesquisa passa por várias etapas. 1) uma contextualização histórica da autoria atribuída ao diretor de cinema e sua entrada em cena como estratégia política engendrada para o surgimento da Nouvelle Vague na segunda metade dos anos 50; 2) a relação entre a atribuição da função autor e os lucros simbólicos e financeiros decorrentes da autoria; 3) A autoria em outros campos artísticos que também dependem do trabalho coletivo para a realização plena de uma obra de arte; 4) a importância do roteiro na realização de um filme e o posicionamento do roteirista como um cineasta – de papel, mas nem por isso menos cineasta; 5) a análise do trabalho de dois roteiristas contemporâneos de voz autoral reconhecida (Guillermo Arriaga e Charlie Kaufman; 6) o detalhamento das ações políticas implementadas para defender o roteirista como autor de cinema; 7) a questão da autoria vista sob a perspectiva do cinema brasileiro contemporâneo; 8) como a autoria compartilhada entre roteirista e diretores pode ser benéfica para a evolução do cinema brasileiro.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
DANIELLE RAMOS BRASILIENSE
Quando o Filho Mata o Pai
Orientador: Ana Paula Goulart Ribeiro
Resumo: O tema central desta tese é referente a repercussão midiática de alguns crimes de parricídio ocorridos no Brasil desde a década de 70 até o ano de 2002, quando ocorreu o caso de Suzane Von Richtofen O assassinato dos pais planejado por essa jovem virou referencia de monstruosidade quando se trata de qualquer outro tipo de crime bárbaro noticiado em nosso país. A partir dessa constatação, esta pesquisa se prontificou em mapear a forma como a mídia configurou para seu público a problemática dos crimes de família, especialmente de parricídio. Para isso, foi feito uma análise teórica sobre a história da família, os conceitos chave de psicanálise, violência, monstruosidade e maldade na tentativa de compreender o processo de construção discursiva sobre os acontecimentos. Foi importante perceber o gerenciamento da ordem social com relação ao tabu que rodeia este tema relacionado a morte do pai e os preceitos da moral que se criaram a partir disso. Entendemos que a tragédia é a principal resposta a pergunta que movimenta a repercussão deste tema: como um filho pode matar o próprio pai? Assim, as hipóteses deste trabalho começam com análises de crimes edipianos e terminam com novas hipóteses sobre a tragédia de cegar os próprios olhos.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
FABIANA DE MORAES
Estética pela Deslegitimação: possibilidades de leitura da contemporaneidade a partir das conexões entre arte, ciência e tecnologia
Orientador: Katia Valéria Maciel de Toledo
Resumo: O mundo contemporâneo é marcado pelo pluralismo de valores e pela interrogação dos discursos de legitimidade. Nesse contexto, a arte não só explora outras possibilidades da vida na esfera da sensorialidade, mas questiona as linguagens de que se serve, as ferramentas que coloca em prática, as modalidades de recepção dos trabalhos e, sobretudo, a validade de todo discurso que se suponha portador de verdade. De maneira diversa das démarches modernas – que se revoltaram contra as funções normativas e normalizadoras da tradição, referindo-se com ironia e crítica a uma sociedade industrial, do consumo de massa, do poder estatal e centralizado, mas permanecendo no campo da arte, como disciplina autônoma – as práticas artísticas contemporâneas criticam, deformam, deslegitimam elementos constitutivos da sociedade da informação, globalizada, biotecnológica, seja colaborando com pesquisas científicas, seja ao se apropriando das linguagens e das ferramentas dessas pesquisas. Esta tese trata de como trabalhos de arte, em conexão com a ciência e/ou tecnologia, participam do amplo debate sobre as modalidades de validação, de legitimação e de produção de verdade. A partir dessas premissas, buscaremos estabelecer os fundamentos de uma estética referente aos trabalhos de Claude Closky, Wim Delvoye e do laboratório de bioarte SymbioticA. Por fim, nomeamos Estética pela deslegitimação o regime de produção de visibilidade e de produção de discurso, cujo motor é o dissenso.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
GABRIELA SANTOS ALVES
O Imaginário Fotográfico de Monteiro Lobato
Orientador: Mauricio Lissovsky
Resumo: Monteiro Lobato fotógrafo. Reconhecido por sua contribuição à literatura infantojuvenil brasileira do século XX, pouco se discute sobre a produção fotográfica de Lobato – suas fotografias geralmente são utilizadas como ilustração de biografias. É nessa linha que este trabalho analisa uma seleção de fotos do arquivo pessoal do escritor, buscando evidenciar a importância da fotografia em sua produção artística, tema que se configura numa lacuna que o presente estudo, sem o objetivo de esgotá-lo, pretende preencher. Da seleção das fotos foram desenvolvidos três grandes temas, Família, Cenários e Campanha do Petróleo, que subdivididos apresentam pessoas, lugares, sonhos e projetos presentes não apenas nas imagens, mas também na literatura e na visão de mundo do tempo em que se constituiu o imaginário fotográfico de Monteiro Lobato.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LÚCIA MARIA MARCELLINO DE SANTA CRUZ
Entretelas – jornalismo, pobreza e responsabilidade social na TV
Orientadora: Janice Caiafa Pereira e Silva
Resumo: Entre os vários discursos possíveis a respeito da pobreza, esta tese pretende investigar aqueles veiculados pelos programas televisivos que abordam o universo da responsabilidade social empresarial. Considerando que tais programas constroem narrativas jornalísticas, a partir da percepção que a pobreza é apresentada de forma naturalizada, ingênua, descontextualizada e despida de historicidade, trabalham-se aqui duas vertentes de representação midiática desta pobreza,: aquela que a caracteriza como sofrimento, e a que encontra heróis míticos entre os retratados. Como a mão que resgata os indivíduos desta condição, estariam a empresa e suas ações de responsabilidade social. A empresa que se mostra ao mesmo tempo expoente do capitalismo contemporâneo e da sociedade de controle deleuziana, operando num regime de governamentalidade como pensado por Foucault, e que propicia a superação do sofrimento causado pela pobreza.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARCIO DE SOUZA CASTILHO
“Patrimônio dos Próprios Jornalistas”: o Prêmio Esso, a identidade profissional e as relações entre imprensa e Estado (1964-1978)
Orientador: Ana Paula Goulart Ribeiro
Resumo: Este trabalho se propõe a refletir sobre o Prêmio Esso de Jornalismo, o mais tradicional da imprensa brasileira, no período compreendido entre 1964 e 1978. Percebido como instância de consagração de um certo padrão de jornalismo praticado no Brasil, orientando a produção noticiosa quanto aos temas abordados e aos modos de atuação do repórter, o concurso oferece, ao nosso ver, um campo de exploração amplo para verificar a questão da identidade profissional do jornalista. A partir da pesquisa sobre o prêmio, vamos verificar se este momento histórico representou um déficit de autonomia interpretativa do produtor de notícias no plano político. Ao considerarmos que as identidades são organizadas dentro de um permanente processo de interação e intercâmbios sociais, estabelecendo, de acordo com os processos históricos, novas relações de poder, buscaremos identificar outros valores em torno dos quais os jornalistas negociaram sentidos sobre sua profissão no período da ditadura militar. Não obstante, investigaremos as escolhas do campo jornalístico, o conjunto de valores que guiavam o julgamento do prêmio e a leitura que as matérias premiadas faziam do Brasil num período de forte repressão aos conteúdos informativos. Importa afirmar que a pesquisa foi conduzida de forma a situar o discurso em sua historicidade. Dessa forma, as diferentes categorias de análise do objeto empírico bem como as entrevistas com julgadores e jornalistas premiados dialogam com a conjuntura histórica mais ampla. Neste percurso, remontamos o ambiente político, econômico e social, desde a instauração do regime (1964-1968), passando pelo controle mais rigoroso da censura (1968- 1975), até o início do processo de abertura política (1975-1978).
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MÔNICA MACHADO CARDOSO
Consumo e Politização: discursos publicitários e novas formas de engajamento juvenil
Orientador: João Batista de Macedo Freire Filho
Resumo: Essa tese averigua a tendência de fragilização dos discursos políticos clássicos na formação das identidades juvenis e investiga a emergência do lugar do consumo como articulador de novas práticas de imersão política. A partir da análise de recepção de propagandas institucionais de estímulo à participação eleitoral e de uma pesquisa etnográfica em comunidades virtuais, verifica-se que a energia para o engajamento político da juventude se pulveriza na alta modernidade, voltando-se para as micronarrativas. O trabalho visa identificar, mais especificamente, os vínculos entre os jovens e novos movimentos de politização nas representações publicitárias dos bens de consumo. Examinando os discursos das marcas Oi, Coke e Dove, a pesquisa desvenda as convocações dos jovens para o ativismo no consumo como forma de expressão de suas autoidentidades. As mensagens utilizam a linguagem do hedonismo contemporâneo e seduzem as culturas juvenis investindo no endosso das idéias de liberdade, expressão de autenticidade e engajamento cívico. Situando-se no campo teórico dos estudos culturais, através do diálogo entre os textos midiáticos e o estudo de recepção das campanhas, a tese promove uma reflexão sobre os novos sentidos de participação política para juventude na sociedade contemporânea. O trabalho pretende contribuir, ainda, para aprofundar o entendimento da articulação entre os campos da identidade juvenil, da política e do consumo.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
SAMUEL GILBERT DE JESUS
Non-lieux. Hors-Temps: pour une iconographie contemporaine et photographique de la saudade
Orientador: Consuelo da Luz Lins.
Resumo: Which relations can the saudade, major expression of the Portuguese literature of the XVIth century, maintain a priori with contemporary photography? If the saudade, phenomenon described by the poet Almeida Garett as a « delicious pain of the heart », born of the puncture of « a cruel spine », wakes up the remembrance related to a beloved being or place – whose absence, lack or loss cause us as much sadness as joy –, remains not easily translatable, and often continues to be comparable with the melancholy. However, saudade also appears as a singular thought operating a temporal and spatial synthesis coming from man’s experience of the world, a « virtual » collage governed like a true layout of images. How can this feeling consequently find in photography a place of representation? Which symptoms, which “marks” thus come to reveal us its possible forms of application? Which paradoxes can also emerge, as soon as we try to withdraw them since their dormancy, or to reveal present by their own absence, all that was, one day, but which is not anymore, or perhaps, the peculiar hope of what has not occurred yet? It is with these main questions that this thesis will try to answer, by exploring a corpus made up mainly among a choice of French and Brazilian contemporary photographs, but does not omit nevertheless other visual sources, such as paintings, engravings, films, performances, or often ephemeral installations. It is also trying to understand how this concept finally comes to compose a photographic iconography of an image-­?saudade that reveals itself as rich as complex and paradoxal.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.20, n.2 (2017)
Imagens do Presente
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados