Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// TESES E DISSERTAÇÕES
DISSERTAÇÕES DE MESTRADO // DISSERTAÇÕES EM 2005
ANA LUCIA ALEXANDRE BORGES
Comunicação Local nos Jornais de Bairro "O Globo"
Orientadora: Raquel paiva de Araujo Soares.
Resumo: Este trabalho mostra como os jornais locais de O GLOBO, batizados de Jornais de Bairro – em particular o GLOBO-Zona Sul, escolhido como objeto de estudos – relacionam-se com seu grupo de leitores, cujo universo é restrito a bairros específicos do Rio de Janeiro. Procura-se entender a intervenção destes jornais na realidade das comunidades e na rotina de oferta de serviços públicos nestes bairros. A meta é apresentar a produção de sentidos decorrente da relação entre estes jornais e o público local, que é formado por seus leitores e receptores. Para tanto, a pesquisa se debruça sobre a apresentação do produto GLOBO-Zona Sul e a análise de seus efeitos sobre a comunidade que retrata; a sua intervenção, ainda que indireta, nas ações do poder público; a produção de estereótipos como a figura do “outro”, que povoam seu enunciado; e a construção de um imaginário local para os leitores da região a que estes jornais se dirigem, por meio da narrativa jornalística.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
BRENO TEIXEIRA LIMA SOARES
-
-
CLAUDIA DE ALBUQUERQUE THOMÉ
Jornalismo e Ficção: a telenovela pautando a imprensa
Orientadora: Ivana Bentes de Oliveira.
Resumo: A interação entre a imprensa e a teledramaturgia na contemporaneidade, marcada pela ficcionalização do cotidiano. Mapeamento das temáticas apresentadas pelas telenovelas a partir de 1990 e a forma como pretendem atuar no cotidiano da sociedade e da mídia. Diante da atualidade imposta pela televisão, veículo dominante, a grande imprensa, do eixo Rio-São Paulo, acompanha a novelização do noticiário, tendência já observada nos telejornais. Análise da forma como a teledramaturgia pauta os temas a serem tratados nos jornais não só nos cadernos destinados à cobertura de televisão, mas nas editorias que noticiam fatos do dia-a-dia, com informações nacionais e locais. A pesquisa se propõe a observar como a âncora no jornalismo consolida as telenovelas como documento de época. Quando elege assuntos que serão noticiados, a telenovela os transforma em fatos, trabalhando com o mito da neutralidade e da objetividade jornalística, que se consolidou no Brasil em 1950. A dissertação apresenta um estudo de caso com base na novela Mulheres Apaixonadas, da Rede Globo, observando como os temas apresentados pautaram a imprensa escrita no período em que a novela foi veiculada, em 2003. Foram analisadas reportagens publicadas nos jornais - O Globo, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo, O Dia e Extra – com temas propostos ou fatos criados pela telenovela de Manoel Carlos. Além disso, apresenta uma análise de como a imprensa cria “novelas da vida real” fora da tela da TV, com base na análise da cobertura do assassinato da atriz Daniella Perez, feita pelo jornal O Dia.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
EDUARDO GUERRA MURAD FERREIRA
Comunicação Cultura e Responsabilidade Social Corporativa
Orientador: Micael Maiolino Herschmann.
Resumo: A responsabilidade social, ao ser estudada pelo viés das políticas de atuação das empresas, acaba por tangenciar questões como ética, economia, vínculos sociais, desenvolvimento local, capital cognitivo, comunicação e cultura. Há uma convergência entre as demandas sociais e as mudanças de paradigmas, que o capitalismo vem enfrentando. As corporações, ao se posicionarem como atores políticos e sociais, possibilitam a elaboração de estratégias competitivas vantajosas para a comunidade, à própria empresa e todo o público interessado. Os programas e políticas mais eficientes trabalham prioritariamente a dimensão simbólica dos temas tratados, valorizando a cultura local e reorganizando as práticas sociais. Isso se dá de forma participativa, envolvendo os três setores sociais e empoderando a coletividade para encontrar soluções locais. A sociedade civil organizada demonstra ter um papel mobilizador e estruturante dos diferentes interesses de um território, de forma a constituir um capital cognitivo que leve à qualidade de vida pelo desenvolvimento harmônico sustentável. Os mecanismos e processos comunicacionais, bem como as lógicas e sistemas culturais, determinam o contexto e o cotexto da responsabilidade social e ambiental corporativa.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
FABIO GOMES GOUVEIA
A Decomposição Imagética na Pinhole: a imagem pelo buraco de uma agulha
Orientador: André de Souza Parente.
Resumo: Este trabalho tem como objeto de estudo a produção de fotografias por meio de câmeras de orifício ou pinholes. Um aparato despojado que cria possibilidade de subversão da busca pela representação da realidade de maneira fiel, fato que esteve presente nos anseios humanos desde os primórdios. As imagens feitas com pinholes são capazes de fomentar um novo modelo de visão fotográfica, deslocando o modo de representação: a imagem mais objetiva é aquela que não conta com o auxílio da objetiva (lente). Para além de seu caráter educativo e lúdico, as fotografias com pinhole propõem um outro paradigma de visão do mundo. Para comprovar essa outra forma de ver utilizamos imagens produzidas com latas de leite em pó, caixas de papelão ou até mesmo um pimentão. O olho humano deixa de ser o único lugar da visualidade e o fotógrafo passa a ter um trabalho dialógico com a câmera. Mais que um simples relato desta técnica, a dissertação contempla a produção brasileira de fotografia com pinholes. Utilizando a internet como corpus, a pesquisa de campo descobriu, documentou e disponibilizou informações sobre os fotógrafos brasileiros que usam a rede mundial de computadores para difundir e divulgar a técnica pinhole.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
IZAMARA BASTOS MACHADO
Imprensa no Rio de Janeiro da Belle Époque
Orientador: Milton José Pinto.
Resumo: A virada do século XIX para o século XX, no Brasil, foi marcada por muitas mudanças, tanto no que diz respeito à economia e às instituições políticas, quanto em relação ao cotidiano da população. Pode-se observar que essas mudanças também influenciaram o discurso jornalístico empregado na época. Os primeiros anos da República foi o momento em que os jornais-empresas começaram a se constituir no Brasil e onde podemos perceber uma participação ativa da imprensa carioca na construção de um Estado-Nação e de uma identidade nacional. Procura-se, neste trabalho, desvendar que estratégias a imprensa carioca da "Belle Époque" utilizou para participar na construção da identidade brasileira naquele momento de transição. A identidade brasileira, como qualquer identidade nacional, é um discurso. E como tal, se apresenta como uma fonte na qual os diferentes atores políticos e sociais se constroem dialogicamente. Numa sociedade em que a maioria era não letrada, os jornais vinham com a intenção não só de informar aos letrados, mas também traziam em suas produções a intenção de influenciar, de alguma maneira, os excluídos.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
JOSÉ RICCARDO BONAVITA
A Matriz de Soluções de Interação em Serviços: um instrumento de avaliação da prestação de serviços
Orientador: Carlos Alberto Messeder Pereira.
Resumo: A comunicação é um elemento fundamental em serviços profissionais. Analisando através do Marketing, o relacionamento entre clientes e o pessoal de interface de um serviço, depende da capacidade de comunicação entre eles. O fluxo de informação é básico para se estabelecer esta comunicação. Quanto mais o pessoal na “linha de frente” de um serviço é abastecido com informações, melhor eles podem desenvolver a negociação. Outro elemento básico é o poder de decisão. Hoje em dia, as empresas líderes, trabalham para dar poder decisório e condições para que o pessoal de interface consiga transformar o relacionamento com o cliente num negócio de longo prazo. Baseado nessas premissas, e no estudo de marketing de serviços profissionais, criamos a Matriz de Soluções de Interação em Serviços, um modelo para visualização de uma interface de serviços com todos os seus participantes: clientes, pessoal de atendimento, gerentes, diretores, prestadores de serviços terceirizados. Posicionando-os nos quadrantes que vão de Alta Interação à Baixa Interação, e de Alto Poder de Decisão à Baixo Poder de Decisão, nós podemos visualizar pontos de conflito e áreas sobrecarregadas. Podemos, também, observar o fluxo da informação nos quadrantes, e como o poder de decisão pode reposicionar os participantes ou ser uma necessidade básica para alguns deles.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LEANDRO PIMENTEL ABREU
O auto-retrato como espetáculo e controle na contemporaneidade
Orientadora: Kátia Valéria Maciel de Toledo.
Resumo: Esta pesquisa propõe uma reflexão sobre a representação humana como processo de construção de identidades na contemporaneidade. Compreendendo-se o auto-retrato como uma expressão onde ocorre uma tensão entre o individual e o coletivo, procura-se analisar a poética de artistas cujas obras se inserem no conceito de “fotografia expandida”, portanto, destituída dos critérios de demarcação das fronteiras que separam o fotográfico do nãofotográfico. Entendidas como discursos que se articulam com a produção teórica e crítica, as obras, assim como as reflexões produzidas pelos seus autores, servirão para análise das novas tendências do processo de subjetivação, tendo em vista as novas relações do homem com as “imagens-máquinas”. O objetivo deste estudo é repensar a imagem humana diante das tecnologias de vigilância e identificação sob a perspectiva de uma arte híbrida, livre das fronteiras dos suportes, e de um espectador dinâmico, imerso na construção do discurso. A partir das potencialidades que surgem, pretende-se definir as estratégias de construção e desconstrução de identidades diante das possibilidades abertas pelas novas tecnologias.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LUCIANE CHAME BRANDÃO
Estratégias de Comunicação na Construção de Identidade FIOCRUZ
Orientadora: Ilana Strozenberg.
Resumo: Estudo de Comunicação Organizacional, tendo como estudo de caso a Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz. As estratégias de comunicação que são engendradas a partir de um modelo de gestão democrática e participativa em uma autarquia pública. As perspectivas de diferentes profissionais que atuam na área na instituição e como estes relacionam as estratégias de comunicação de suas unidades e da Fundação ao modelo administrativo proposto. A construção da identidade Fiocruz a partir de sua comunicação interna e externa, tanto em relação a suas instituições parceiras, quanto à mídia e população. A Comunicação vista como um campo de pesquisa e ensino em Saúde para além dos modelos funcionalistas das campanhas sanitárias e de saúde na atualidade.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
LUIZ CARLOS GEREMIAS ALVES
O Charme do Crime Midiatizado: desconstruindo uma “guerra a Beira-Mar”
Orientador: José Amaral Argolo.
Resumo: Considerando que há na cidade do Rio de Janeiro um confronto histórico entre grupos e classes sociais, nominado no texto como uma "guerra à beira-mar", é proposta uma reflexão sobre o sentido desse conflito e uma investigação de como a sua materialização numa "guerra a Beira-Mar" – a execração midiática do traficante Fernandinho Beira-Mar – pode ser entendida nesse quadro. Para isso, opera-se uma análise da subjetividade ocidental, compreendendo-se que as classes médias cariocas podem ser incluídas nesse padrão identitário gerenciado prioritariamente pela imprensa. São propostas algumas noções de modalidades subjetivas dessa forma de civilização e sugerido um modelo que representa um suposto espaço de formação de discursos e identidades: a "sala de espelhos". Conclui-se que, apesar da "guerra a Beira-Mar" poder ser inserida no contexto da "guerra à beira-mar", aquela apresenta uma nova configuração, remetida a uma estratégia de "pára-vento" em relação a outro confronto que vem se formalizando na contemporaneidade: o das chamadas elites econômicas, cujas práticas lembram em muito aquilo que é condenado em "bandidos" como o traficante citado e que se caracterizam por uma organização bastante consistente, contra as classes médias, que assumem um novo papel na configuração sócio-econômica-cultural contemporânea.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARCIA ANDREIA DA SILVA ALMEIDA
Consumo e Produção de Sentido em Comunidade Ribeirinha do Interior do Amapá
Orientador: Milton José Pinto.
Resumo: Esta dissertação trata dos sentidos produzidos, a partir do consumo dos conteúdos transmitidos pela mídia televisiva, por membros de uma comunidade ribeirinha do interior da Amazônia, mais especificamente do interior do Amapá. Para chegar a esses sentidos, buscou-se desenvolver uma prática de pesquisa aliando as perspectivas metodológicas da etnografia, na construção de um mapa do consumo televisivo local, à análise discursiva de tradição francesa, na busca do discurso dos ribeirinhos sobre a televisão e suas implicações ideológicas. Para isso, avaliou-se a produção discursiva de jovens estudantes de uma escola pública da comunidade ribeira de Vila Progresso, Arquipelágo do Bailique – Macapá (AP), bem como os sentidos produzidos a partir do consumo dos conteúdos transmitidos pela televisão. Com efeito, as relações entre consumo, mídia, discurso e produção de sentido são articuladas por meio de construções simbólicas que atribuem à televisão o significado de veículo de pertencimento. Acessá-la representa existir no espaço de extensão planetária elaborado por ela.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARCIA SOARES DA SILVA
Mídia e Meio Ambiente: uma análise da cobertura ambiental entre três dos maiores jornais do Brasil
Orientadora: Priscila Kuperman.
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo verificar como o tema meio ambiente é tratado,atualmente, pelos três jornais de maior tiragem do país: O Globo, Folha de São Paulo eEstado de São Paulo. A temática meio ambiente há algum tempo faz parte da agenda detemas globais discutidos pelas sociedades contemporâneas. No Brasil, ela ganhou força nas duas últimas décadas e isso pode ser verificado pelo espaço que os veículos decomunicação de massa têm dado a assuntos como destruição da camada de ozônio,desmatamento, poluição do ar, acidentes nucleares, reservas florestais etc.. Através detécnicas de análise de conteúdo, pretende-se comparar se a compreensão que os jornalistastêm sobre a questão ambiental se reflete nas notícias publicadas por eles e quais osconceitos que permeiam a notícia ambiental.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARIA CLAUDIA OLIVEIRA
Hiperdrama - Comuicação e Cultura nas Mídias Digitais
Orientadora: Heloisa Helena Oliveira Buarque de Hollanda.
Resumo: O objetivo desta dissertação é analisar as características e as potencialidades comunicativas do hiperdrama, um novo formato de narrativa dramática e audiovisual desenvolvido para mídias digitais. Utilizando as tecnologias de comunicação digital disponíveis hoje e sendo um potencial instrumento de tradução entre as culturas, o hiperdrama é estudado a partir dos conceitos de hipertexto e hipermídia. A dissertação faz uma comparação entre o ambiente multicultural da Internet, no qual surge este novo formato de narrativa, com os ambientes em que nasceram o melodrama e o cinema. É apresentado um panorama sobre a situação da Internet e da TV digital no Brasil e no mundo, bem como uma análise das possibilidades de relacionamento e comunicação entre as culturas.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
MARIANA TABOADA
Comunidades Virtuais e a Metáfora do Ciberespaço: das esperanças na Internet ao individualismo em rede
Orientador: Paulo Roberto Gibaldi Vaz.
Resumo: Esta dissertação analisa a questão do determinismo tecnológico articulado ao surgimento de meios de comunicação, em especial a Internet, e a transformações na cultura e sociedade. A partir de uma descrição das características técnicas do meio de comunicação em questão, e de um levantamento das expectativas criadas em relação às tranformações que ele poderia causar na sociedade, busca-se demonstrar como um racícionio determinista é constituído. Após a popularização da Internet, a realidade vivida é diferente, e os impactos previstos por estudiosos do meio não ocorreram com o escopo estimado, principalmente no que tange à sociabilidade. A metáfora do ciberespaço entra em crise ao mesmo tempo que cresce o individualismo em rede.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
PATRICIA REBELLO DA SILVA
Documentários Performáticos: a incorporação do autor como inscrição da subjetividade
Orientadora: Consuelo da Luz Lins.
Resumo: Este estudo tem como objeto principal o filme documentário – especificamente, a descrição e análise e discussão de um tipo específico de filmes dessa forma de cinema, o documentário performático, tal como foi identificado pelo teórico americano professor Bill Nichols. Os documentários performáticos caracterizam-se por uma abordagem essencialmente subjetiva, trazendo o próprio documentarista e seus questionamentos mais particulares para o centro do filme. A ficcionalização da objetividade, a importância da auto-representação, a incorporação do conhecimento e processos de auto-reflexão são algumas questões tratadas. Essa dissertação procura descrever o processo de criação da subjetividade no campo do filme documentário, encontrando no performático um momento emblemático dessa representação. A dissertação se divide em 2 partes. Na primeira, trata-se de esclarecer as bases teóricas do documentário – em especial, na metodologia definida por Bill Nichols – criando bases para a absorção do conhecimento do documentário performático. A segunda parte concentra-se na análise de filmes, divididos de acordo com as principais características identificadas. O estudo do documentário performático tem por função instigar a descoberta de novas formas de linguagem para esse tipo de cinema, complexificando um campo teórico que vem crescendo com força.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
PATRICIA REIS DE ALMEIDA
A Gestão da Comunicação na Sociedade da Informação: o caso de uma agência reguladora
Orientador: Carlos Alberto Messeder Pereira.
Resumo: O presente estudo objetivou demonstrar como a gestão da comunicação numa agência reguladora pode contribuir para a formação de uma sociedade civil cada vez mais atuante e sensibilizar a opinião pública aumentando a credibilidade da instituição e dando maior visibilidade positiva à sua imagem. Para isso, a pesquisa buscou responder quais são as características desta gestão uma vez que por sua natureza e funções, as agências reguladoras se diferenciam de outras instituições e, conseqüentemente, apresentam uma relação distinta com seus públicos. A pesquisa se estruturou na revisão da bibliografia sobre a gestão da comunicação na sociedade da informação; aprofundou o debate sobre a regulação no campo da saúde suplementar; explorou a gestão da comunicação na Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS que regula este setor; e desenvolveu uma abordagem crítica sobre as informações apresentadas, confrontando-as com a importância da comunicação na formação social. A pesquisa concluiu que o trabalho desenvolvido pela ANS no campo da comunicação começa a fixar suas bases na formação de uma sociedade civil mais atuante e que o aumento de sua visibilidade e credibilidade está diretamente ligado ao grau de desconhecimento sobre a instituição e suas funções. Torna-se, então, fundamental que as discussões sobre a função das agências reguladoras sejam concluídas e difundidas para a opinião pública. A principal contribuição da pesquisa foi demonstrar, pelo foco da gestão da comunicação, como as agências reguladoras tornam-se espaços de representação da sociedade civil organizada e de gestão do conhecimento sobre o setor regulado, a fim de subsidiar o exercício da regulação a longo prazo sem a intervenção do Estado.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
PAULO AUGUSTO SANTOS OLIVEIRA
-
-
PEDRO EDUARDO PEREIRA SALOMÃO
Realismos Contemporâneos. A inserção da realidade na ficção cinematográfica.
Orientadora: Beatriz Jaguribe de Mattos.
Resumo: O presente estudo faz referência ao impacto do realismo em meio a espetacularização das construções midiáticas. Nele interessa desvendar o modus operandi técnico, estético e narrativo das manifestações realistas do cinema contemporâneo a partir da costura estabelecida entre o real e o fabulado. A dissertação entende que a contaminação da ficção pelo tom documental autoriza e reveste de credibilidade o discurso construído por trás da estória dramatizada na tela. A realidade é evocada a partir de índices reconhecíveis pelo cânone realista para a então produção dos efeitos de real desejados. Conclui pelo esmaecimento das linhas demarcatórias da ficção e do documentário, enquanto gêneros organizadores da produção cinematográfica. O mapeamento do processo de hibridação identifica panoramas diferenciados no ocidente e oriente, alternando-se entre o choque do real e os registros do cotidiano. O paradigma causal é substituído pelo modelo de cinema casual onde a interferência da realidade na ficção contemporânea imprime marcas diferenciadoras. São novos códigos de representação que apontam para a legitimação de um olhar outro, motivam o debate ético e reordenam as noções de espectorialidade e autorismo.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
PEDRO MODESTO LIMA
Makhmalbaf Film House: a dimensão política na linguagem do cinema de Mohsen e Samira Makhmalbaf
Orientadora: Consuelo da Luz Lins.
Resumo: Este estudo tem como objeto a filmografia de uma produtora situada no Irã, denominada Makhmalbaf Film House. Lá são realizados filmes que conquistaram visibilidade mundial por sua linguagem poética que aborda temáticas de forte conotação política. A dissertação se propõe a estudar esse centro de produção contextualizando sua situação histórica, estabelecendo comparações com o movimento Neo-Realista italiano e analisando detalhadamente três de seus filmes: Salve o Cinema (1996) e A Caminho de Kandahar (2001), de Mohsen Makhmalbaf, e A Maçã (1998), de Samira Makhmalbaf. Dessa forma, consolida-se uma investigação em torno das relações entre as convicções políticas dos cineastas dessa produtora e a estética de seus filmes.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
RODRIGO DE OLIVEIRA MORAIS
Informacionalismo e Ética Hacker: resistências digitais na sociedade em rede
Orientador: Henrique Antoun.
Resumo: A informatização das sociedades industriais provoca uma reorganização da atividade produtiva em torno das novas tecnologias da informação. Emerge, então, um novo paradigma: o informacionalismo. Sua estrutura social típica são as redes comunicacionais, que têm por eixo central a Internet. Portadores de uma ética que instaura uma nova relação com o trabalho e afirma a livre circulação do conhecimento, os hackers serão apontados como a fonte cultural da inovação tecnológica em que se baseia o informacionalismo. Neste novo momento histórico, em que adquire preponderância o trabalho imaterial, as mudanças no regime de produção afetam todas as relações sociais, com reflexos na prática política, em particular na resistência ao capital informacional. Importantes manifestações desta luta estão relacionadas à questão da propriedade intelectual e ao direito à liberdade de expressão no ciberespaço. Nossa hipótese contempla na ética hacker uma nova perspectiva para problemas históricos. Interessa-nos especular sobre possíveis desdobramentos desta ética de cooperação e compartilhamento como linha de fuga à lógica do capital e pensar a comunicação mediada por computadores, nos termos de Negri e Cocco, como meio de difusão do saber e de emergência do comum, condições para uma sociedade livre.
ARQUIVO PARA DOWNLOAD
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.20, n.2 (2017)
Imagens do Presente
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados