Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// NOTÍCIAS
Mulheres, Imprensa e Arquivo na América Latina

Palestra presencial “Mulher, Imprensa e Arquivo na América Latina”

Encontro promovido pelo PPGCOM-UFRJ acontecerá no dia 15 de junho e terá presença de pesquisadoras estrangeiras


O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da UFRJ convida a todos para a palestra “Mulher, Imprensa e Arquivo na América Latina”, que será realizada presencialmente na cidade do Rio de Janeiro, dia 15 de junho, na Escola de Comunicação da UFRJ campus Praia Vermelha.

A atividade contará com a participação das pesquisadoras Claudia Montero e Graciela Queirolo e mediação de Mariela Méndez e terá como principal temática as conexões femininas transnacionais a partir das representações de mulheres trabalhadoras na imprensa e na literatura latinoamericanas. Entre os tópicos de discussão, destacam-se imprensa feminista e feminina da América do Sul no início do século XX e a utilização de arquivos como fonte de pesquisa.

A palestra ocorrerá no dia 15 de junho, às 10 horas, na Escola de Comunicação da UFRJ.


ECO-Pós

Palestra “Mulher, Imprensa e Arquivo na América Latina”

Realização: PPGCOM-UFRJ

Convidadas: Claudia Montero e Graciela Queirolo

Mediação: Mariela Méndez

Data: 15/06/2022, quarta-feira

Hora: 10 horas

Local: Sala 302 - ECO-Pós / Av. Pasteur, nº 250 - Praia Vermelha

Modalidade: atividade presencial, aberta, gratuita e pública.


Whats-App-Image-2022-06-09-at-20-02-04

Whats-App-Image-2022-06-09-at-20-02-04-3

Whats-App-Image-2022-06-09-at-20-02-04-2

Whats-App-Image-2022-06-09-at-20-02-04-1

Conheça as participantes:


MARIELA MÉNDEZ (Mediadora)

Doutora em Literatura Comparada pela Universidade de Massachusetts (USA). Mestre em em Literatura Comparada pela Universidade de Massachusetts (USA).

Argentina residente nos Estados Unidos, Mariela Méndez é professora da Universidade de Richmond em Estudos Latino-Americanos e Ibéricos sobre Mulher, Gênero e Sexualidade. Sua pesquisa atual abrange representações de gêneros e sexualidades na revista O Cruzeiro das décadas de 1950 e 1960 e, por isso, veio ao Brasil pelo projeto Fullbright à convite da Profª. Drª. Marialva Barbosa (UFRJ). Suas investigações também incluem crônicas de mulheres latinoamericanas, Clarice Lispector, Literatura e Jornalismo, Imprensa Feminina e/ou Feminista, Estudos Feministas e Queer, Performance e Ativismo, Pós-humanismo e Novas Materialidades. É autora do livro “Crónicas travestis: el periodismo transgreso de Alfonsina Storni, Clarice Lispector y María Moreno” (2017), entre outros títulos, e já coeditou antologias e coletâneas de ensaios.


CLAUDIA MONTERO (Palestrante)

Doutora em Estudos Latino-Americanos pela Universidade do Chile (CHI). Mestre em Estudos Latino-Americanos pela Universidade do Chile (CHI) e de Salamanca (ESP).

Imprensa feminista e feminina chilena são o principal objeto de pesquisa de Claudia Montero, que atualmente é professora titular do Instituto de História y Ciências Sociais da Universidade de Valparaíso, em seu país de origem (Chile). Diretora do projeto Prensa de Mujeres Chilenas e da Fundação Umbral, que atua na divulgação do conhecimento de estudos sobre  mulheres e gêneros, Montero é também a investigadora responsável pelo Fondecyt Regular 1210431 “Escrituras maestras: docentes en el campo cultural chileno 1880-1950” e co-investigadora do Fondecyt Regular 1190499 “Detrás de las secciones: trayectorias, Saberes y oficios en revistas Ilustradas/magazinescas y culturales Chilenas (1900-1950)”. Já integrou o coletivo feminista autônomo Las Clorindas na década de 1990 e foi professora visitante na Universidad de Essex (Inglaterra) e na Universidade Central de Michigan (Estados Unidos). É autora do livro "Y también Hicieron Periódicos: cien años de prensa de mujeres en Chile 1850-1950"  (2018).


GRACIELA QUEIROLO (Palestrante)

Doutora em História pela Universidade de Buenos Aires (ARG). Mestre em História pela Universidade Torcuato Di Tella (ARG).

Professora da Universidade de Buenos Aires, Graciela Queirolo é também diretora da revista Descentrada (revista acadêmica semestral sobre estudos interdisciplinares de feminismo e gênero) e investigadora da temática de gênero pelo Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas da Universidad Nacional de La Plata, na Argentina (onde nasceu e mora). Sua obra, “Mujeres en las oficinas: trabajo, género y clase en el sector administrativo (Buenos Aires, 1910-1950)” (2018) foi premiada pela Academia Nacional de la Historia em 2022. Foi coeditora, junto à Alicia Salomone e Mariela Méndez, de "Urbanas y modernas: crónicas periodísticas de Alfonsina Storni" (2019) e de "Camino al ejercicio profesional: trabajo y género en Argentina y Chile" (2020), junto a María Soledad Zárate.


DATA DE PUBLICAÇÃO:
10.Jun.2022
COMPARTILHE:
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.24, n.03 (2021)
Apropriações e ressignificações na arte e no pensamento
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados