Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// NOTÍCIAS
CANCELADA!!!! Palestra Inaugural do Ano Letivo do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura

Informamos que em virtude do avanço da epidemia de coronavírus e das recomendações da UFRJ, o PPGCOM está cancelando a aula inaugural do primeiro semestre de 2020 que ocorreria na próxima segunda-feira com a Profa. Macarena Gómez-Barris


======================================


Carxs Colegas, Estudantes e Amigxs,


Gostaríamos de convidá-lxs à palestra inaugural do ano letivo do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, ambos da UFRJ, a ser proferida pela Profa. Macarena Gómez-Barris (Pratt Institute) com o título “Zonas Extrativas: A Arte da Terra e A Defesa da Água”, no dia 16 de março (segunda-feira), às 14hs, no Auditório Manoel Maurício do CFCH (UFRJ – Campus da Praia Vermelha – Av. Pasteur, 250). A palestra será feita em espanhol. A entrada é livre e gratuita. Para informações atualizadas ver: https://www.facebook.com/events/2650753765035165/

Macarena Gómez-Barris é autora de três livros: The Extractive Zone: Social Ecologies and Decolonial Perspectives (Duke University Press, 2017) que discute a vida social através de cinco cenas marcaddas pelo extrativismo de um capitalismo em ruínas sobre terras indígenas; Beyond the Pink Tide: Art and Political Undercurrents in the Américas (University of California Press, 2018) na série American Studies Now: Critical Histories of the Present e Where Memory Dwells: Culture and State Violence in Chile (University of California Press, 2009). Ela ainda foi co-editora com Herman Gray de Towards a Sociology of a Trace (2010), com Licia Fiol Matta de Las Americas Quarterly, dossiê especial para American Quarterly (2014), e com May Joseph de Coloniality and Islands para Shima: A Journal of Islands (2019). Atualmente está trabalhando em novo livro que tem o título At the Sea’s Edge: Submerged Perspectives on Oceanic Biodiversity, Representation, and Colonialism. É Diretora do Global South Center e do Social Science and Cultural Studies at Pratt Institute, em Nova Iorque.
Em “Zonas Extrativas: A Arte da Terra e A Defesa da Água”, a autora, a partir de um olhar comparativo e hemisférico dos Estudos Americanos, considera a encarnação (embodiment) e o território no centro das lutas sobre o império e o extrativismo mostrando a separação binária entre terra e corpo. Ela também levará em consideração perspectivas submersas e formas de solidariedade daqueles que recusam as infraestruturas materiais e simbólicas do capitalismo extrativo e racial.. Que filmes, práticas artísticas e movimentos sociais nos permitem perceber e atenuar as zonas extrativas?

Contamos com sua presença

Victa de Carvalho, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da UFRJ 

DATA DE PUBLICAÇÃO:
04.mar.2020
COMPARTILHE:
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.23, n.01 (2020)
A Música e suas Determinações Materiais
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados