Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// CORPO DOCENTE
MÍDIA E MEDIAÇÕES SOCIOCULTURAIS
Leonardo Gabriel de Marchi
Leonardo De Marchi é professor adjunto da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO-UFRJ). Bacharel em Comunicação, habilitação em Jornalismo (UFF), formou-se Mestre em Comunicação (UFF) e Doutor em Comunicação e Cultura (UFRJ), com pesquisas de pós-doutorado na Escola de Comunicações e Artes da USP e na Faculdade de Comunicação Social da UERJ. É pesquisador do Núcleo de Estudos e Projetos em Comunicação (NEPCOM/ECO/UFRJ). Seus livros e artigos científicos abordam temas como: indústria da música, indústria audiovisual digital, economia política da comunicação e cultura, economia criativa, diversidade cultural, políticas culturais, financeirização da vida cotidiana, mercado financeiro e tecnologias da informação. Sua atual pesquisa, "O mercado financeiro na palma da mão: plataformas digitais, fintech 3.0 e a financeirização da vida cotidiana", aborda a dimensão comunicacional da do mercado financeiro contemporâneo.
PUBLICAÇÕES DISPONÍVEIS:
DE MARCHI, Leonardo. O capital financeiro vai ao paraíso: Bitcoin, fintech 3.0 e a massificação do homem endividado. MATRIZES (USP. IMPRESSO). , v.15, p.205 - 227, 2021. https://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/172356

VICENTE, Eduardo; DE MARCHI, Leonardo. Da música popular à MPB: um século de música e disco no Brasil. ESTUDIOS DEL MENSAJE PERIODÍSTICO. Fator de Impacto(2012 JCR): 0,0630, v.26, p.377 - 388, 2020. https://revistas.ucm.es/index.php/ESMP/article/view/67318

LADEIRA, João M.; DE MARCHI, Leonardo. Redes de imbróglios: A regulação do Streaming no Brasil e suas Ambiguidades. CONTRACAMPO (UFF). , v.38, p.68 - 79, 2019. http://dx.doi.org/10.22409/contracampo.v38i3.28444

 VICENTE, Eduardo; KISCHINHEVSKY, Marcelo; DE MARCHI, Leonardo. A consolidação dos serviços de streaming e os desafios à diversidade musical no Brasil. Eptic On-Line (UFS). , v.20, p.25 - 42, 2018. https://seer.ufs.br/index.php/eptic/article/view/8578

DE MARCHI, Leonardo. Como os algoritmos do YouTube calculam valor? Uma análise da produção de valor para vídeos digitais de música pela lógica social de derivativo. MATRIZES (ONLINE). , v.12, p.193 - 215, 2018. https://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/140211

DE MARCHI, Leonardo; LADEIRA, João M. Digitization of music and audio-visual industries in Brazil: new actors and the challenges to cultural diversity. Les Cahiers d" Outre-Mer. , v.71, p.67 - 86, 2018. https://www.cairn.inforevue-les-cahiers-d-outre-mer-2018-1-page-67.htm
PROJETO DE PESQUISA:
O Mercado Financeiro na Palma da Mão: plataformas digitais, fintech 3.0 e a financeirização da vida cotidiana

Descrição:
Nos últimos anos, observa-se o rápido crescimento do número de plataformas digitais dedicadas a investimentos financeiros e a variedade de sua natureza, o que se tem rotulado, em inglês, de financial technology 3.0 ou fintech 3.0. Trata-se de startups que oferecem diferentes serviços financeiros (desde os tradicionais empréstimos ou seguros até criptomoedas e outros serviços inovadores baseados em blockchain) através de aplicativos de celular ou websites a todo tipo de pessoa física. A facilidade em se acessar produtos financeiros através de telefones celulares ou computadores pessoais tem permitido uma renovação quantitativa e qualitativa do público do mercado financeiro. Como o acesso a tais investimentos se dá por plataformas digitais, dá-se igualmente a ampliação de uma economia de plataforma, baseada na mineração e comércio de dados pessoais. Portanto, a ampliação do alcance do mercado financeiro e das plataformas digitais caminham de mãos dadas com a fintech 3.0. Isso abre espaço para uma análise da dimensão comunicacional (além das dimensões propriamente econômica ou jurídica) do fenômeno da fintech 3.0. Assim, a pesquisa se propõe a investigar a fintech 3.0 desde a perspectiva dos estudos de mídia, buscando compreender as características e consequências de tal interpenetração entre capital financeiro e plataformas digitais. O objetivo geral da pesquisa é analisar o desenvolvimento da fintech 3.0 a partir de sua articulação com dispositivos de comunicação digital pessoais (smartphones, notebooks, tabletes) e suas implicações não apenas para o mercado financeiro como também para o mercado de comunicação digital (uma vez que tais serviços financeiros se valem de apps e redes sociais na internet para acessar seu público). Como objetivos específicos da pesquisa, destacam-se: (a) O papel dos aplicativos e dos dispositivos de comunicação digital pessoal (smartphones, notebooks, tabletes) na relação entre empresas financeiras e usuários comuns (pessoas físicas), (b) Saber se essa relação individual e direta entre indivíduos e capital financeiro através dos dispositivos de comunicação pessoal altera a forma como esses usuários lidam com sua economia pessoal (se passam a investir em ativos financeiros, assumindo riscos, ao invés de alocar seu dinheiro em poupança) e passam a se conceber de maneira distinta, ou seja, não mais como poupadores, mas investidores, (c) Mapear os usuários gerais desses serviço, através de recortes de idade, classe social, gênero e etnia no Brasil, (d) Categorizar as empresas que compõem o setor da fintech 3.0 no Brasil e (e) Analisar a relação entre as empresas financeiras com as empresas de comunicação digital (notadamente, as mídias sociais, como Facebook, Youtube, WeChat, entre outras).

Palavras-chave: fintech 3.0; plataformas digitais, financeirização da vida cotidiana; neoliberalismo; mercado financeiro; economia de plataformas 

 

CURRÍCULO LATTES
EMAIL:
leonardodemarchi@gmail.com
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.24, n.03 (2021)
Apropriações e ressignificações na arte e no pensamento
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados