Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// CORPO DOCENTE
MÍDIA E MEDIAÇÕES SOCIOCULTURAIS
Raquel Paiva
Possui graduação em jornalismo pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (1981), especialização em Taller de Post-Grado pelo Centro Internacional de Estudios Superiores de Comunicación Para América Latina (1985), aperfeiçoamento em Latin America Electronic Media pela Arizona State University (1985), mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991), doutorado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997) e pós-doutorado pela Università degli Studi di Torino (Itália). Atualmente, é Professora Titular da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Teoria Critica da Comunicação, trabalhando com temas relacionados à comunicação comunitária, leitura crítica da mídia, educação, cidadania, política e representação de minorias, cidade e mobilidade urbana. Foi vencedora do Prêmio Luiz Beltrão na categoria liderança emergente em 2005, coordenadora do PPGCOM da UFRJ entre 2001 e 2003, membro da diretoria da Compós (2001-2003) e da diretoria da Intercom (2005-2008). É pesquisadora 1A do CNPq e coordena o Laboratório de Estudos em Comunicação Comunitária. Preside o Instituto Nacional de Estudos em Comunicação Comunitária, o INPECC. É autora e organizadora de mais de 20 livros, entre eles: Política: palavra feminina (MauadX, 2008), O retorno da comunidade: novos caminhos do social (MauadX, 2007), Cidade dos Artistas (MauadX, 2004) e O espírito comum: comunidade, mídia e globalismo (MauadX, 1998). 
PUBLICAÇÕES DISPONÍVEIS:
PAIVA, Raquel; CURI, Guilherme. A cidade que não cala: o samba da Pedra do Sal e as formas de comunicação contemporâneas na região portuária do Rio Janeiro. Comunicação & Inovação (Online), v. 17, p. 1-14, 2016.

PAIVA, Raquel; SALDANHA, Patricia Gonçalves; LACERDA, Juciano. INPECC retoma conceito de comunidade gerativa e inicia estudo sobre a área. Revista Mídia e Cotidiano, v. 10, p. 119-137-137, 2016.

PAIVA, Raquel. Política de minorias: comunidade e cidadania. Revista Internacional de Comunicación y Desarrollo,, v. 1, p. 175-180, 2015.

PAIVA, Raquel; MALERBA, Joao Paulo; CUSTODIO, Leonardo. Comunidade gerativa e Comunidade de afeto: propostas conceituais para estudos comparativos de comunicação comunitária. Animus (Santa Maria. Online), v. 12, p. 244, 2013.

PAIVA, Raquel. Novas formas de comunitarismo no cenário de visibilidade total: a comunidade do afeto. Matrizes (USP. Impresso), v. 6, p. 63-75, 2012.

GABBAY, Marcelo; PAIVA, Raquel. Comunicação, crítica e cidadania: releitura teórica e perspectivas práticas. Revista debates (UFRGS), v. 4, p. 78-98, 2010.

SODRÉ, Muniz; PAIVA, Raquel. A tecnologia, a informação e o comum. Alceu (PUCRJ), v. 1, p. 16-24, 2010.

PAIVA, Raquel. A consolidação da estrutura comunitária na atualidade. I/C (Sevilla), v. 01, p. 279-292, 2010.

SODRÉ, Muniz; PAIVA, Raquel. Telenovela: uma semiose híbrida. Galáxia (PUCSP), v. 15, p. 29-38, 2008.

PAIVA, Raquel; SODRÉ, Muniz; NÓRA, Gabriela; SOUZA, Jean. A representação do feminino nas eleições de 2006. Lumina, v. 1, p. 2, 2008.

PROJETO DE PESQUISA:
A ação urbana do comum: mídia, cidade e comunidade

Descrição
O século XXI avança consolidando crises que se iniciaram no século passado. A mais profunda de todas, e que imprime em todos os cidadãos o limite da convivência, é a decadência das grandes cidades. Nos países periféricos e do hemisfério sul, as cidades se caracterizam por lugares segregados, espaços não comuns e um contingente populacional cada vez maior, sobrevivendo praticamente dos restos de atenção e políticas públicas, de bens materiais e imateriais dispensados pela minoria. O Brasil é um dos exemplos mais significativos. Diante do fluxo informacional e da presença da tecnologia, em especial a partir do uso generalizado e massivo dos celulares, as cidades passam a ser também assunto definitivo da área da comunicação. Pretende-se pesquisar, portanto, os fluxos e usos de equipamentos urbanos, a pobreza, a periferia, o centro financeiro, os centros de consumo ou os acessos aos serviços. A preocupação centra-se no aspecto urbano, ou seja, no tecido social existente, nas teias de interação que estamos produzindo e finalmente na formação cognitiva advinda da megalópole do Rio de Janeiro.

 

CURRÍCULO LATTES
EMAIL:
paivaraquel@hotmail.com
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.20, n.2 (2017)
Imagens do Presente
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados