Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso
 
 
 
// CORPO DOCENTE
TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO E ESTÉTICAS
Victa de Carvalho
Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e mestrado em Comunicação pela mesma universidade (2003). Concluiu o doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, com estágio de pesquisa na Université Paris1: Sorbonne. Atualmente é professora adjunta da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde é também professora do PPGCOM-ECO/UFRJ e coordenadora da Central de Produção Multimídia - CPM/ECO e do Laboratório de Fotografia e Imagem Digital. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia, arte contemporânea, cinema, vídeo e novas mídias.
PUBLICAÇÕES DISPONÍVEIS:
CARVALHO, Victa de. Sleepwalkers: entre as múltiplas telas e as narrativas lacunares. Contracampo, v. 35, p. 180-193, 2016.

CARVALHO, Victa de. A experiência do homem comum na fotografia de rua contemporânea. Galáxia (São Paulo. Online), v. 32, p. 80-92, 2016.

CARVALHO, Victa de. Cotidiano e Experiência na Fotografia Contemporânea. Em Questão (UFRGS. Impresso), v. 17, p. 193-207, 2011.


PARENTE, André; CARVALHO, Victa de. Entre cinema e arte contemporânea. Galáxia (PUCSP), v. 17, p. 27-40, 2009.

CARVALHO, Victa de. Dispositivo e imagem: o papel da fotografia na arte contemporânea. Studium (UNICAMP), v. 27, p. 01/01, 2008.

CARVALHO, Victa de. Dispositivo e Experiência: relações entre tempo e movimento na arte contemporânea. Poiésis (Niterói), v. 12, p. 39-50, 2008.

CARVALHO, Victa de. Fotografias do dispositivo: por uma experiência do cotidiano. Studium (UNICAMP), v. 26, p. 2, 2007.

CARVALHO, Victa de. O Dispositivo imersivo e a imagem-experiência. Eco-Pós (UFRJ), v. 9, p. 141-154, 2006.

CARVALHO, Victa de. Foto-grafias impossíveis: o desafio das imagens fantasmas. Studium (UNICAMP), http://www.studium.iar.unicamp, v. 21, p. 4, 2005.

PROJETO DE PESQUISA:
O cotidiano na arte contemporânea

Descrição
Uma parte expressiva das instalações artísticas contemporâneas é marcada por um forte investimento dos artistas em estratégias que privilegiam o cotidiano (ordinário, banal). São obras que privilegiam na maioria das vezes pessoas comuns, em situações rotineiras, sem nenhum acontecimento marcante ou privilegiado. Artistas, com propostas as mais variadas, voltam-se para o cotidiano de diferentes maneiras, provocando / tensionando a banalidade de nossos condicionamentos diários e problematizando nossa experiência com as imagens. Na fotografia, no cinema, nas instalações, nas performances, o cotidiano é retomado e reinvestido de novas virtualidades. Nesse contexto, interessa perceber alguns aspectos gerais que inserem essas obras em um mesmo campo de problemas artísticos contemporâneos, como por exemplo: uma relação ambígua entre arte e cotidiano, uma busca pelos não acontecimentos ou pelos acontecimentos mínimos, uma narrativa rarefeita, uma montagem aparente, uma experiência fragmentada e múltipla marcada pela permanente oscilação entre a busca pelo sentido e uma experiência sensível. Seja como repetição, hábito, deriva, espera ou performance, o cotidiano nos oferece variadas possibilidades afectivas que ultrapassam o domínio do reconhecimento do mundo, e nos oferece diferentes modalidades de experiência.

 

CURRÍCULO LATTES
EMAIL:
victacarvalho@gmail.com
Eco.Pós - Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ - O Curso - Histórico
REVISTA ECO-PÓS
v.23, n.01 (2020)
A Música e suas Determinações Materiais
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.
Para maior agilidade de nossas respostas e processos, favor consultar este portal antes de fazer solicitações.
ENDEREÇO
Secretaria de Ensino de Pós-Graduação da Escola de
Comunicação da UFRJ.
Av. Pasteur nº 250 - fds, Urca, Rio de Janeiro.
CEP: 22290-240
TEL.: +55 (21) 3938-5075
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro © 2014. Todos os direitos reservados